03.Oct.2017

Quoi veut dire?

Ontem apresentamos a nossa coleção pra vocês: como ela surgiu, no que se baseou a nossa campanha fotográfica, na cena na qual nos inspiramos para trazer Os Provérbios de Amélie a vocês e muitos detalhes deliciosos que fizeram parte de todo esse caminho até aqui! Amanhã a coleção será lançada (NÃO ESQUECE, coquetel na Amper a partir das 9:30 com docinhos da bakery dos sonhos!) e hoje vim contar bem direitinho a respeito dos provérbios. Quais são, suas traduções e o que querem dizer! Vem ver!

abonchatbonrat

Gente, antes de mais nada, todas as camisetas acompanharão uma tag desta! Nela, irá conter toda a explicação que vamos dar aqui no post a respeito da estampa e do provérbio <3 

amelie 1

“Coração que suspira não obtém o que deseja”. Na França, diz-se que quando alguém suspira, é porque não está satisfeito. Este provérbio é usado como expressão para se referir a alguém triste. Fiz essa ilustração de máquina de escrever em aquarela, pois os apaixonados platônicos tendem a escrever cartas e outros textos que ninguém nunca irá ler – e certamente suspiram muito enquanto o fazem!

abonchat 2

“Ao bom gato, bom rato” – Esta expressão foi criada no século XVI. O rato, para não ser pego pelo gato, deveria ser muito habilidoso. Assim, esse provérbio diz que os adversários tem forças iguais e que o combate será justo! Para ilustrar, o Thyago pensou nessa ideia fofa de colocar um ratinho com auréola junto ao gato. Simples, fofo e lúdico!

4“Procafeinação” – Este é o único termo que não significa um provérbio e nem estava presente no filme! Criamos esta estampa inspiradas no local de trabalho da Amélie: o café Deux Moulins. O termo faz alusão à procrastinação e significa: “tendência de não começar nada até tomar uma xícara de café”! 3“Uma andorinha não faz a primavera (ou o verão, no Brasil!)” – As andorinhas retornam à França no início da primavera, após migrarem durante estações mais geladas. Assim, poderia-se deduzir que, se vimos uma andorinha, é porque a primavera chegou. Mas, como a andorinha pode errar, não necessariamente seria primavera só porque avistamos uma. É uma metáfora para nos lembrar de não deduzir o todo por conta de uma parte! 2“O hábito faz o monge” – Hábito é o nome da vestimenta do monge, e a expressão original seria “o hábito não faz o monge”. Ela nos diz para não nos fixarmos na aparência para deduzirmos sobre uma pessoa.
Como hábito significa também um costume adquirido com o tempo, alteramos a frase e criamos a nossa própria versão! Queremos dizer que os nossos hábitos nos criam e nos transformam. Cultivando bons hábitos, nos tornamos sempre melhores! A estampa é de uma menina com os olhos fechados, pois, como sabiamente dizia Jung: “quem olha para fora, sonha. Quem olha para dentro, desperta!”. Evoca a introspecção e nos convida a olhar para nós mesmas, encontrando nossos hábitos bons e aqueles não tão bons e que desejamos modificar <3 1“Pedra que rola não acumula limo” – Este provérbio fala da importância da perseverança. Significa que quem não permanece dedicado à certa ocupação não consegue colher os frutos de sua determinação! Poderia ser também algo como “árvore que não fica parada, não cria raízes”. A estampa é divertida e misturamos com esse lettering à mão que o Thyago desenvolveu: como mousse também é o nome do doce, fizemos uma brincadeira que originou essa ilustração 😀

E então? Já sabe qual – ou quais! – a sua preferida? Amanhã vocês poderão conferir tudo de pertinho lá na Amper, a partir das 9:30!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *